terça-feira, 3 de junho de 2014

Se ainda não te foste, deixa-me respirar


Deixa-me respirar longamente, longamente, o cheiro dos teus cabelos, mergulhar neles o meu rosto inteiro, como um homem sedento na água de uma fonte, e agitá-los com a minha mão como um lenço cheiroso, para sacudir lembranças no ar.

[Charles Baudelaire]

Sem comentários:

Publicar um comentário