sábado, 18 de julho de 2015

Amo como o sopro. Porque vos obceca o tangível?




[Maria Velho da Costa/Brassaï, Modernist Study of a Dancer Reclining]

Sem comentários:

Publicar um comentário