quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Infestada de dedos a memória a povoar-nos


 [...] uma profunda e melancólica intimidade com a casa, o quintal, a recordação dos mortos.

[José Régio]

Sem comentários:

Publicar um comentário