segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Talvez entendas


Cuidado com as palavras,
mesmo as milagrosas.
Com as milagrosas fazemos o melhor,
apinham-se às vezes como insectos
e não deixam picada mas um beijo.
São tão boas como dedos,
tão de confiança como a pedra
que te serve de assento.
Mas podem ser margaridas e hematomas.

Contudo, estou apaixonada pelas palavras,
são como pombas caindo do tecto,
seis laranjas divinas pousadas no meu colo,
são as árvores, as pernas do verão
e o sol, seu rosto enamorado.

Mas falham-me muitas vezes,
tenho tanto que queria dizer,
tantas histórias, imagens, provérbios.
E não me vêm as palavras certas,
só as erradas, que me dão beijos.
Voo às vezes feita águia,
mas com as asas de um pardal.

Tento, porém, ter cuidado
e tratá-las muito bem.
Palavras e ovos devem manusear-se com cuidado.
Depois de quebradas
não se podem reparar.

[Anne Sexton]

Sem comentários:

Publicar um comentário